Domingo 10 de Dezembro de 2017

Dia 04 de março de 2017 às 19:30 posse do neo acadêmico poeta e professor, Francisco de Assis Sousa

CADEIRA 02

Postado por: Vilebaldo Nogueira Rocha em 26/02/2014 as 21:15:26
CADEIRA 02

 

CADEIRA 02 

PRIMEIRO OCUPANTE: JOSÉ MARTINHO LEAL (POSSE: 22/10/1989)

SEGUNDO OCUPANTE: FRANCISCO TEOTÔNIO LUZ

PATRONO - URBANO MARIA EULÁLIO

TEOTÔNIO LUZ, como é conhecido, nasceu a 23 de abril de 1941 no lugar "Gentio"- Picos- PI, o filho mais velho do casal Vital Teotônio da Luz e Maria Stela de Jesus. Casado com Teresinha de Jesus Melo Lobão Luz, funcionária pública aposentada, tendo duas filhas Sandra Lobão Luz, Administradora, e Soraia Lobão Luz, Advogada, esta foi casada com Marcos Hamilton Tiussi, que lhe deram o primeiro neto Matheus Teotônio Lobão Luz Tiussi, Estudante.

Teotônio tomou gosto pelas letras bem cedo, durante o ginásio Estadual Marcos Parente em Picos-PI, quando teve a oportunidade de ler muitas obras literárias de escritores brasileiros, tais como Machado de Assis, Humberto de Campos, Coelho Neto, José de Alencar, Joaquim Manoel de Macedo, Júlio Ribeiro, Gonçalves Dias, Castro Alves, Casimiro de Abreu, Érico Veríssimo, Visconde de Taunay, Bernardo Guimarães, Da Costa e Silva e alguns escritores portugueses como Camões, Fernando Pessoa, Bocage, Camilo Castelo Branco, Eça de Queirós e alguns outros tantos brasileiros e portugueses, servindo todos como fonte de inspiração e aí então começou a fazer seus primeiros discursos e a escrever os primeiros trabalhos literários, tomando cada vez mais gosto pelas letras, apanágio de seus sentimentos. Depois em Teresina-PI, onde estudou no Liceu Piauiense e na Universidade Federal do Piauí e mais tarde em Brasília-Distrito Federal fez vários cursos, continuando sempre a produzir literariamente trabalhos úteis para as gerações presentes e futuras, alguns deles publicados pelo Brasil afora em livros, coletâneas, antologias, revistas, jornais, etc.

Escritor, Poeta, Contista, Pesquisador, Genealogista, Funcionário Aposentado do Banco do Brasil, Professor, Advogado, Economista, Técnico em Contabilidade. Tem Pós-Graduação em Engenharia Econômica, em Administração Financeira e em Orçamento Público. Sempre de vida atuante, participou de vários Cursos, Jornadas, Simpósios, Encontros, Seminários e Grupos de Trabalho.

Fundador e Presidente, em três Mandatos, do Cine-Clube Teresinense, Presidente de Associação Atlética Banco do Brasil e havendo fundado e presidido Grêmio Lítero-Cultural. Participou das Diretorias da União Piauiense dos Estudantes Secundários do Piauí, de Cooperativa de Consumo dos Funcionários do Banco do Brasil, do Sindicato dos Bancários do Piauí, da Federação dos Bancários do Norte e Nordeste do Brasil e exerceu várias Funções em Comissão, inclusive de Chefia, na Área de Planejamento e Administração Estratégica na Direção Geral do Banco do Brasil.

Aprovado em nove Concursos Públicos, destacando-se: o de Promotor Público, obtendo o 1º lugar; o de Auditor da Secretaria da Fazenda do Piauí, classificado em 3º lugar; o do Banco do Brasil, classificado em 7º lugar e ainda os de Inspetor do Trabalho do Ministério do Trabalho; de Procurador Autárquico do Serviço Público Federal e de Fiscal de Tributos Federais do Ministério da Fazenda.  Recebeu várias premiações, destacando-se: "Diploma e Medalha Marechal Hermes - Aplicação e Estudo", do Ministério do Exército; Concurso "A Origem do Estado" e, no segmento literário, recebeu prêmios de poesias, como o do Diretório Acadêmico João XXIII, da Universidade Federal do Piauí; de Contos, com o livro "Fragmentos de Vida" - 1º lugar, com o Prêmio Governador Chagas Rodrigues do Piauí e de Romance, com "Destinos - 2º lugar". 

 Participou dos livros: "A Nova Poesia Brasileira" (1985); "Literatura Brasileira" (1986 e 1987); "Escritores Brasileiros" (1986 e 1988); "Cascata de Versos" (1987); "Poetas Brasileiros de Hoje" (1988); "Seleta em Prosa e Verso" (1998) e Poesias e Trovas de Ouro (1998). Constou: do "Dicionário Biográfico Escritores Piauienses de Todos os Tempos" - Adrião Neto (1993 e 1995); da "Enciclopédia da Literatura Brasileira Contemporânea" (1998); do "Dicionário Biobibliográfico de Escritores Brasileiros Contemporâneos" e Home Page em Site Especial da Internet - Adrião Neto (1998 e 1999); do Endereçário de Poetas organizado por Abel Beatriz Pereira, com mais de 3.000 poetas brasileiros e do exterior (1999) e do Dicionário de Escritores de Brasília, 2a. Edição, organizado e editado por Napoleão Valadares (2003). Participou das Coletâneas: "Passarela de Escritores" - Adrião Neto e Rego Filho (1997); "Intimidade Poética" - Ivone Vebber (1998) e "Escritores Brasileiros Contemporâneos em Prosa e Verso" - Adrião Neto (1999); Participou das "Antologias: "Antologia  Del Secchi- Volume  VII (1998), Volume VIII" (1999) e Volume XXI (2011); "I Antologia Literária - UNIPAR - Universidade Paranaense" (1998) e "Antologia de Poesias, Contos e Crônicas Scortecci para o Salão Internacional do Livro de São Paulo (1999).  Publicou trabalhos na Revista Argila - Ano XV, editada pela Academia Petropolitana de Poesia Raul de Leoni (1998) e no Jornal Imprensa Literária, do Rio de Janeiro-RJ, em (maio/2000). 

 

Membro Correspondente da Academia Brasileira de Poesia - Casa Raul de Leoni, em Petrópolis-RJ. Membro Correspondente da Academia Taguatinguense de Letras - ATL, em Taguatinga-DF. Sócio Correspondente do Instituto Paraibano de Genealogia e Heráldica em João Pessoa-PB. Membro da União Brasileira de Escritores do Piauí - UBE-PI. Advogado Inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Piauí. Eleito pelas Assembléias Gerais Extraordinárias de 30.04.2004 como Sócio Adjunto e de 05.10.2009 como Sócio Titular do Colégio Brasileiro de Genealogia - Rio de Janeiro. Sócio Efetivo da Sociedade de Cultura Latina de Santa Catarina (SCL-SC). Diploma de Amigo da publicação "A FIGUEIRA", de Florianópolis-SC. Foi Associado Efetivo da Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia - ASBRAP, de São Paulo-SP. Foi do Conselho Regional de Economia em Brasília-DF. Acadêmico de Mérito da Accademia Internazionale "TRINACRIA" - Lettere - Arte - Scienze, de Messina - Sicilia - Itália. Acadêmico Efetivo da Academia de Letras da Região de Picos-Piauí-ALERP. Membro Efetivo da União Picoense de Escritores de Picos-PI e Membro Efetivo da Associação Nacional de Escritores - ANE, de Brasília-DF.

Um de seus maiores empreendimentos como Escritor foi o lançamento, em Picos-PI, em 2004, do seu livro "Genealogia da Família Luz", em uma programação festiva de três dias, com mais de mil pessoas presentes, vindas de treze Estados do Brasil, compreendendo muitos membros da Família Luz, amigos, instituições literárias, imprensa e várias autoridades, inclusive a presença do Governador do Piauí, Sr. Wellington Dias e também com a participação da Academia de Letras da Região de Picos,

Bibliografia: Livro "Fragmentos de Vida" (contos); "Destinos" (Romancete); "Minha Agência, Minha Cidade"; "Planejamento Geral e Integrado do Banco do Brasil - Abordagem"; Livro "Estrutura Produtiva do País e Participação da Assistência Creditícia do Banco do Brasil por Unidade da Federação e por Setor da Economia"; "Sistema de Planejamento e Controle do Banco do Brasil - Roteiro Metodológico", como Integrante do Grupo de Trabalho do Projeto Banco Múltiplo; "Políticas e Diretrizes para o Conglomerado Banco do Brasil", como Participante e Coordenador do Grupo de Trabalho; Livro "Genealogia da Família Luz", com 948 páginas, em tamanho de 21x28x5cm, capa dura e ilustrações coloridas, publicado em 2003; Livro "Resenha Histórica sobre Lançamento do Livro Genealogia da Família Luz", publicado em 2004; Livro "O Sentir da Vida" - Poesias, em preparo final, e vários outros trabalhos escritos.

Endereço: SHCGN 714, Bloco I, Casa 21 - Brasília - Distrito Federal e CEP: 70760-769 

Tel: (0...61)-3340-8386, Cels: (0...61)-9634-2118 e 8156-5681 e 8552-8865

E-mail:  teotonioluz@terra.com.b

 

BIOGRAFIA DE URBANO MARIA EULÁLIO

 

Urbano Maria Eulálio nasceu no dia 06 de novembro de 1868, na cidade de Campo Maior-Piauí, filho de Antonio Maria Eulálio e Josefa Maria de Jesus Eulálio.

Iniciou os estudos em Campo Maior-PI, transferindo-se mais tarde para a cidade de Recife-PE, prosseguindo nos seus estudos, chegando a concluir o Curso de Bacharel em Direito no mês de maio de 1894 pela Faculdade Federal de Olinda-PE.

Urbano Eulálio iniciou sua carreira pública como Promotor na cidade de Imperatriz-MA, onde também se casou pela primeira vez com Galdina Cassiano Soares.

Anos depois, veio de Imperatriz-MA para a cidade de Picos-PI, tendo sido nomeado 2o. Juiz de Direito do Município. Algum tempo depois ficou viúvo, deixando do primeiro casamento duas filhas:

01. Maria da Conceição Eulálio casada com Gentil Freire, Fiscal de Renda Federal, e

02. Maria de Lourdes Eulálio, solteira.

Urbano Eulálio casou-se pela segunda vez em Picos-PI com Elisa Rosa Clementino de Sousa Santos que é filha de Severo Clementino de Sousa Santos e Rosa Elisa Clementino de Sousa Santos.

Urbano Eulálio foi Juiz de Direito em Picos-PI durante 30 anos e exerceu com a máxima integridade a sua função por todo esse longo tempo de trabalho, prestando serviços inestimáveis à Justiça em benefício da população do Município e toda a região, pois, naquela época, dependiam da Comarca de Picos os municípios de Fronteiras e Patrocínio, hoje Pio IX. Com muito sacrifício desempenhava sua função de Juiz, pois o acesso a essas localidades era bem difícil por falta de estradas, sendo as viagens feitas a cavalo. 

Um acentuado espírito humano era apanágio da personalidade de Urbano Eulálio, pois por esses longos anos de juizado, ele assumiu por muitas vezes a paternidade de filhos órfãos por haverem perdido seus genitores e os criava até a idade adulta, encaminhando-os na vida profissional.

Um caso marcante aconteceu logo após a Lei do Ventre Livre, quando lhe foi confiada uma criança do sexo masculino a quem deu o nome de JOÃO URBANO. Com a criação, formação e orientações que deu a esse garoto com todo amor, o menino cresceu e se tornou Músico e Advogado Rábula, vindo a ser uma pessoa super grata, tornando-se um grande auxiliar de Urbano Eulálio na continuidade da sua importante função de Juiz.

Para ilustrar mais o seu espírito generoso, é do conhecimento geral que, após o falecimento dos seus pais, Dr. Urbano Eulálio desistiu da parte da herança que lhe tocava em favor dos demais irmãos, sob a alegação de que tinha sido o único a se formar, dando um sentido de recompensa.

Do segundo casamento de Urbano Eulálio e Elisa, resultaram dez filhos, tais como:

01. Urbano Maria Eulálio Filho (Urbaninho), comerciante e agropecuarista, casado com Gerusa Martins Neiva;

02. Rosa Elisa dos Santos Eulálio, solteira;

03. Celso Maria Eulálio, comerciante e político atuante, foi eleito Suplente de Senador e depois Prefeito de Picos em 1947, casado com Raimunda Granja Neiva;

04. Gentil Maria Eulálio, funcionário público, casado com Maria Maia Martins;

05. Antônio Maria Eulálio Neto, comerciante, casado com Luísa de Sousa Gomes;

06. Josefa Maria de Jesus Eulálio, professora;

07. Raimunda Santos Eulálio, casada com Emir Maia Martins;

08. Maria dos Anjos Eulálio Campos, funcionária pública, casada com Francisco Cariolano Campos Filho;

09. Dulce Santos Eulálio, Freira (religiosa);

10. Severo Maria Eulálio, Bacharel em Direito, Político, foi Deputado Estadual, Deputado Federal e Prefeito de Picos, casado com Isabel Leopoldino Dantas Eulálio.

É importante relembrar um categórico gesto por parte da sua família após a sua morte e de conteúdo histórico de suma importância que foi o ato de doação da Carta de sua Formatura e do Troféu conferido pela Faculdade ao Fórum de Campo Maior-PI pela ocasião de uma oportuna homenagem que foi concedida por aquele Fórum ao Dr. Urbano Maria Eulálio.

Urbano Eulálio faleceu repentinamente, vítima de um enfarte no dia 12 de setembro de 1931, ficando o seu exemplo de homem de elevada integridade moral na condução da justiça e com a compreensão sempre presente, em buscando a melhor alternativa nos julgamentos dos casos que lhe chegaram no decorrer de sua trajetória como Juiz de Direito. Deixou também o seu carisma de figura deveras importante e sensível aos acontecimentos ao seu derredor, atingindo a nível histórico.

Dr. Urbano Eulálio se esmerou em transmitir à sua descendência a dignidade que foi o marco constante ao longo de toda a sua vida.

       

 

 

 

 

 

          

 

 

Seja o Primeiro a comentar esta matéria!
parceiros da ALERPwww.jornaldepicos.com.br
www.leiturartes.com.brwww.leiturartes.com.br
www.jornalista292.com.brwww.jornalista292.com.br
www.folhaatual.com.brwww.folhaatual.com.br
www.aroeirasnews.com.brAroeirasNews.com.br
parceiros da ALERPwww.portalfcs.com.br
parceiros da ALERPParceiro da academia de letras
parceiros da ALERPParceiro da academia de letras
parceiros da ALERPParceiro da academia de letras
parceiros da ALERPParceiro da academia de letras
www.academiadeletraspicos.com.brFale com o presidente
painel administrativoLogar no painel administrativo
leiturartes.com.brSite desenvolvido por Nonato Fontes
contato@leiturartes.com.br

© - Todos os direitos reservados a www.academiadeletraspicos.com.br