Domingo 23 de Setembro de 2018

Academia de Letras da Região de Picos - ALERP: "Guardiã da Cultura da Paz"

CADEIRA Nº 05

Postado por: VILEBALDO NOGUEIRA ROCHA em 09/03/2016 as 22:31:02
CADEIRA Nº 05

CADEIRA  Nº  05

Patrono: João de Moura Santos

      

No dia 30 de outubro de 1906 nascia João de Moura Santos, filho de Francisco de Moura Santos (Coronel Chico Santos) e Balbina de Moura Santos. Iniciou sua escolaridade fazendo o primário em Picos, sempre foi um bom aluno, sendo o primeiro da classe. Viajava de cavalo com os tropeiros, levando a comida já pronta, até Petrolina e de Petrolina pegava o trem com o destino a Salvador.  Lá em Salvador-BA concluiu o ginásio. Naquele tempo não existia vestibular, se tivessem vagas disponíveis, a pessoa já estava garantida na Faculdade. E foi isso que fez, formou-se em medicina na década de 30 na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, sua especialidade era em clínico geral e foi o segundo médico a chegar à cidade de Picos, para chegar até os pacientes ia a cavalo, chegou a ir até Monsenhor Hipólito e Itainópolis a cavalo para atender pacientes.                                           Exerceu a profissão de médico de 1930 até 1983, o último ano de sua vida aqui na terra.

Foi casado com Odete Veloso de Moura Santos. Tiveram 06 filhos: Ismênia de Moura Santos Albano, Ivone de Moura Santos Luz, Iara de Moura Santos Pereira, Francisco Veloso de Moura Santos, João Simplício de Moura Santos e José Horácio de Moura Santos.

Conta-se que durante a sua meninice gostava muito de jogar baralho,gosto que se perdurou até sua velhice, e também gostava de dançar.

Foi um grande político sendo deputado estadual e federal no período de 1946 a 1967. O primeiro partido de que fez parte foi do PSD, depois partiu para o MDB e por último fez parte do PMDB.

Dr. Moura como era conhecido, foi chefe do Posto de Higiene de Picos e da Maternidade, onde hoje funciona o açougue municipal.

Além de ser um lazer, trabalhava como agropecuarista, gostava muito de cuidar de seus gados. Tinha várias propriedades, onde hoje se encontra o assentamento União (localidade Veados) e também onde hoje está o baixio de Dr. Moura. 

 

     Veio a falecer no dia 26 de fevereiro de 1983 de um infarto.

 

 

          

 

 

Seja o Primeiro a comentar esta matéria!

© - Todos os direitos reservados a alerp.com.br