Domingo 23 de Setembro de 2018

Academia de Letras da Região de Picos - ALERP: "Guardiã da Cultura da Paz"

CADEIRA Nº 02

Postado por: VILEBALDO NOGUEIRA ROCHA em 09/03/2016 as 22:36:24
CADEIRA Nº 02

CADEIRA  Nº  02

Patrono: Urbano Maria Eulálio

 

 

Urbano Maria Eulálio nasceu a 06 de novembro de 1868 na cidade de Campo Maior-PI. Filho de Antônio Maria Eulálio e Josefa Maria  de Jesus Eulálio.

Iniciou os estudos em Campo Maior, transferindo-se mais tarde para Recife-PE, formando-se em Bacharel em Direito pela Faculdade Federal de Olinda em maio de 1894.

Sua carreira pública foi iniciada como promotor na cidade de Imperatriz-MA, lá se casou com D. Galdina Cassiano Soares.

Anos depois voltou par o Piauí sendo nomeado o 2º juiz de direito de Picos. Aqui enviuvou ficando com duas filhas: Maria da Conceição Eulálio e Maria de Lourdes Eulálio.

Casou-se pela segunda vez com Elisa Rosa Clementino de Sousa Santos.

Foi juiz de Picos durante 30 anos e exerceu com a máxima integridade o mandato de sua função. Naquela época dependiam da Comarca de Picos os municípios de Fronteiras e Patrocínio, hoje Pio IX. Com muito sacrifício desempenhava sua função, pois o acesso a essas localidades era bem difícil por falta de estradas, sendo as viagens feitas a cavalo. Durante estes longos anos de juizado assumiu a paternidade de vários órfãos que perdiam seus genitores e eram criados até e idade adulta.

Após a Lei do Ventre Livre foi-lhe confiada uma criança do sexo masculino a que deu o nome de João Urbano. O produto de seu trabalho foi à transformação deste garoto num músico e advogado rábulo; pessoa super grata que mais tarde veio auxiliar na continuidade da sua  importante tarefa.

Após a morte de seus pais, Urbano Eulálio desistiu da parte da herança que lhe tocava em favor dos irmãos, alegando ter sido o único a se formar.

Do segundo casamento criou dez filhos: Urbano Maria Eulálio Filho, comerciante e agricultor; Rosa Elisa dos Santos Eulálio; Celso Maria Eulálio, comerciante e político, eleito suplente de senador e prefeito de Picos em 1947; Gentil Maria Eulálio, funcionário público; Antônio Maria Eulálio Neto, comerciante; Josefa Maria de Jesus Eulálio, professora; Raimunda Santos Eulálio; Maria doa Anjos Eulálio Campos, funcionária pública; Dulce Santos Eulálio, freira; Severo Maria Eulálio, Bacharel em Direito Político, foi deputado estadual, federal e prefeito de Picos.

Faleceu repentinamente, vítima de um infarto em 12 de setembro de 1931. Deixando seu carisma de figura deveras importante, atingindo o nível histórico.

Após sua morte, sua família fez a doação da carta de formatura e do troféu conferida pela Faculdade ao Fórum de Campo Maior, ocasião oportuna de uma homenagem que lhe estava sendo concedida.

  Dr. Urbano se esmerou em transmitir à sua descendência a dignidade que foi o marco constante ao longo de toda a sua vida. 

  Recentemente recebeu mais uma homenagem, dando nome ao anexo do Juizado Especial Cível e Criminal instalado na Universidade Estadual do Piauí em 26 de Maio de 2004, em reconhecimento aos 30 anos dedicados à magistratura piauiense.

 

 

 

 

          

 

 

Seja o Primeiro a comentar esta matéria!

© - Todos os direitos reservados a alerp.com.br