Domingo 10 de Dezembro de 2017

Dia 04 de março de 2017 às 19:30 posse do neo acadêmico poeta e professor, Francisco de Assis Sousa

EDITORIAL INFORMATIVO ALERP Ed. Nº11 (NOV./2012)

Postado por: Francelina Macedo em 17/02/2013 as 08:59:09
EDITORIAL INFORMATIVO ALERP   Ed. Nº11 (NOV./2012)










Editorial rimado

 

Francelina Macedo

 

Eis em editorial rimado

Meu verso desconsolado

Utensílio pra dizer

Como está nosso Viver

 

É de Perda, ganho e luta

Num clima hostil que insulta

Do nascer ao entardecer

Ver-se a vida perecer.

 

Chuva cadê que não vem

Projeto até que é pra ter

Vem como nasce o mormaço

E murcham qual mossambê.

 

Depois que tira o quebranto

O ceu parece um manto

Sem chuva é desilusão

Para o povo do sertão.

 

Sofre gente e criação

Torra até erva daninha

Num sol de escravidão

Que a esperança mina.

 

Sentimento que aflora

Num chão de paz e de glória

Se nele o poeta mora

Sem pretender ir embora.

 

Dele retira o sustento

Muitos padecem ao relento

Uma sorte a escrever

Com tinta, barro e vergê.

 

 

          

 

 

Seja o Primeiro a comentar esta matéria!
parceiros da ALERPwww.jornaldepicos.com.br
www.leiturartes.com.brwww.leiturartes.com.br
www.jornalista292.com.brwww.jornalista292.com.br
www.folhaatual.com.brwww.folhaatual.com.br
www.aroeirasnews.com.brAroeirasNews.com.br
parceiros da ALERPwww.portalfcs.com.br
parceiros da ALERPParceiro da academia de letras
parceiros da ALERPParceiro da academia de letras
parceiros da ALERPParceiro da academia de letras
parceiros da ALERPParceiro da academia de letras
www.academiadeletraspicos.com.brFale com o presidente
painel administrativoLogar no painel administrativo
leiturartes.com.brSite desenvolvido por Nonato Fontes
contato@leiturartes.com.br

© - Todos os direitos reservados a www.academiadeletraspicos.com.br