Terça-feira 20 de Novembro de 2018

Academia de Letras da Região de Picos - ALERP: "Guardiã da Cultura da Paz"

HINO À ALERP

Postado por: Francelina Macedo em 17/02/2013 as 11:59:09
HINO À ALERP

HINO DA ACADEMIA DE LETRAS DA REGIÃO DE PICOS – ALERP

 Letra e Música: Francelina Macedo

Arranjos / partituras: Jardel e Luciana, Músicos da SECULT

Interpretes: Francelina e José Osvaldo Lavor

Composição: Picos – PI, 15 de setembro de 2012

 

              I

 Em meados dos anos 80

Vivo e pleno fervor ideal

Escritores e grupos projetam

Grande ícone de expressão cultural.

      II

 22 de outubro é a data

Que a classe do artista selou

Coroando de forma exata

A Academia que o povo abraçou.

      REFRÃO

 ALERP, teu sonho é lindo!

Guardiã da Cultura da Paz!

Na História, teu curso é um hino!

Tu fizeste e farás muito mais!

   III

 No celeiro artístico de Picos

Representas o nosso Piauí

Num cenário reflexo e crítico

Antenando o passado e o porvir.

 IV

Ver e sente o querer desse povo

Reinventa e produz humanidade

O poeta faz de ti um adorno

Exprimindo nossa identidade.

A caneta é arma altaneira

Contra injusta ordem social

Denuncia, critica e peneira

Diferença e direito igual.  

       REFRÃO 

ALERP, teu sonho é lindo!

Guardiã da Cultura da Paz!

Na História, teu curso é um hino!

Tu fizeste e farás muito mais! 

   VI 

Algodão, oiticica e couro,

Agua viva, alho, rapadura,

Leite e mel constituem tesouros

                            Geram PIB de envergadura.                            

          VII 

Mas o teu verdadeiro presente

É a nobre missão de exprimir

Grandes dons a brotar de tuas mentes

Uma peça de arte a esculpir.

REFRÃO 

ALERP, teu sonho é lindo!

Guardiã da Cultura da Paz!

Na História, teu curso é um hino!

Tu fizeste e farás muito mais! 

        VIII

Uma tocha de cultura e saber

Tua Flâmula em cores reais

Tens no livro maior fonte de prazer

Povo culto contempla os sinais. 

          IX

Pavilhão nosso Símbolo de glória

Branco, verde, amarelo e azul

Triunfante reluz na memória

Venerada de norte a sul. 

        X 

Branco é livre expressão do pensamento

Verde harmônico humano e natureza

O azul é um convite ao juramento

A cumprir com lealdade e clareza! 

        XI 

O amarelo é a Vida na Arte

O vermelho nos pede vigor

Simbolista é o teu estandarte

Nele encerra o nosso fervor. 

       REFRÃO

ALERP, teu sonho é lindo!

Guardiã da Cultura da Paz!

Na História, teu curso é um hino!

Tu fizeste e farás muito mais! 

    XII

Poetize, proseie e cante!

Tens a seiva dos sonhos do amante

Heroína de misto semblante (bis)

Oh! Gloriosa ALERP, Avante!

 

 

 

 

          

 

 

Seja o Primeiro a comentar esta matéria!

© - Todos os direitos reservados a alerp.com.br